Resenha Jogos Macabros | Globo Alt

Livro Jogos Macabros
Livro cedido pela Editora Globo Alt
Avaliação 5/5
 Onde comprar: Lojas virtuais

Acreditem se quiser, mas eu nunca havia lido nenhum livro de terror, não por que não gosto, mas por falta de oportunidade mesmo, e quando a Editora Globo Alt anunciou a pré-venda desse livro eu fiquei namorando a sinopse dela, agora adivinhem a minha surpresa ao receber esse livro maravilhoso em casa. Se você nunca leu nada desse gênero, espero que esse livro acrescente mais um gosto literário a sua lista, por que foi exatamente o que aconteceu comigo.

“Rachel espera por um fim de semana perfeito. Mas ela está prestes a descobrir que a rua do Medo é onde moram seus piores pedadelos...”

Rachel é uma jovem de 17 anos que ainda está no ensino médio e trabalha em um restaurante, onde geralmente é o ponto de encontro dos alunos da sua escola. Rachel é afim de Brendan Fear desde o nono ano, apesar de namorar um dos bad boys da sua escola.


Brendan é um jovem tímido, que é apaixonado por games e programação, há um rumor sobre sua família os Fears, uma família que é rica e tem um passado terrível, os rumores sobre essa família que colonizou a cidade de Shadyside são aterrorizantes, mas Bredan é gentil, e está sempre cercado de amigos.

Rachel nunca havia falado com Bredan, eles não são nem amigos, e foi exatamente por isso que ela ficou surpresa quando Bredan a convida para ir a sua festa de aniversário na Ilha do Medo, onde fica uma das casas da sua família.
Todos a alertam sobre ir até essa Ilha, mas Rachel não acredita nos rumores, e ela quer apenas se divertir um pouco e passar um tempo com Bredan que parece estar muito interessada nela, mas quando ela chega até a Ilha descobre que Bredan preparou uma festa para poucas pessoas, e ela fica se perguntando o porquê foi convidada, já que nem amigos eles são.

“Uma voz sussurrou em meu ouvido:
-Rachel... não vá.”

Ao chegar até a Ilha do Medo, ela descobre que Bredan preparou um jogo, e o que parece ser um simples e inocente jogo, começa a ficar aterrorizante, quando os integrantes do jogo começam a ser assassinados. O único jeito de vencer o jogo é ser o último a permanecer vivo...

“Encolhida. De olhos fechados. Os braços e pernas retorcidos, como se ela fosse uma boneca de pano.”

Esse livro sem dúvidas é um dos melhores livros que li esse ano, uma escrita juvenil e feminina, sim, isso mesmo, apesar do autor ser homem, eu fiquei surpresa em como ele entrou na personagem Rachel, e como ele foi conduzindo o romance entre ela e Bredan.
Um dos pontos mais altos do livro é que o autor não enrola, não existem parágrafos 
desnecessários, o livro é repleto de descrições que faz o leitor sentir tudo que o personagem está sentindo, inclusive o medo.

O livro é surpreendente, eu fiquei completamente vidrada e não queria larga-lo de jeito nenhum, o suspense no livro é fantástico, o cenário escolar de YA deixou o livro ainda melhor, com personagens carismáticos e com características fortes, e problemas característicos de adolescentes.

O final é maravilhoso, e deixará o leitor de boca aberta. Jogos Macabros é divertido, ousado, surpreendente e aterrorizante, sem dúvidas um dos melhores livros do ano!