Resenha Sem olhar para trás

Sem olhar para trás
Ano 2016
Lycia Barros
Livro cedido pela Editora Valentina
Avaliação 5/5
Adicione no Skoob
Onde comprar: Loja

Agatha veio de uma família muito rígida e religiosa, quando mais nova conheceu Bruno, o homem dos seus sonhos e logo se juntou com ele e saiu da casa dos seus pais, e abandonou sua faculdade, Bruno era um homem gentil e que amava, e ela tinha o mundo aos seus pés.

No entanto seu conto de fadas foi se destruindo quando Bruno começou a se mostrar um homem ciumento, possessivo e que a agredia, Agatha queria voltar para casa dos seus pais e se ver livre desse pesadelo, pois Bruno não agredia apenas ela, ele havia passado a agredir seu próprio filho por causa do seu ciúme doentio. No entanto seu pai havia cortado o laço com ela a alguns anos quando sua mãe faleceu, ele jurou não perdoá-la por sair de casa e a culpa pela morte da esposa.

“-Talvez. Mas quando me dei conta das consequências que enfrentaria por conta disso, já era tarde demais para voltar atrás. “



Em meio ao mar agitado que ela estava vivendo, ela viu uma âncora, uma esperança, sua tia distante havia falecido e seu nome estava no testamento, Agatha não compreendia como isso era possível, pois elas eram bem distantes, mas ficou feliz pois agora ela tinha um teto para morar e poder fugir do seu marido.
Agatha foge com seu filho e a sua vida que era luxuosa já não seria mais, a casa veio no melhor momento, no entanto a situação era bem precária, era velha e precisaria de muitas reformas no qual ela não poderia se dar ao luxo de ter no momento. Sua casa não tinha nem ao menos um fogão, mas no meio de tudo isso dois anjos apareceram em sua vida.

Seus vizinhos um casal de idosos sempre cuidaram da fazenda, lhe ajudavam a lidar com a nova vida, a adaptação para ela não havia sido fácil, uma nova cidade, bem pequena, onde todos sabiam de tudo e onde ela precisaria aprender a se virar sozinha.

Mesmo sem querer Agatha conhece um homem que lhe despertou curiosidade, Vicente dono de uma linda pousada, filho de fazendeiro, que está passando um momento bem ruim na sua vida, ele se sentia solitário, assim como Agatha, em meio ao turbilhão de emoções que os dois estão enfrentando nasce ali algo que Agatha achava não experimentar mais, no entanto, a jornada de Agatha em busca da felicidade está apenas começando.

“-E quais são as suas convicções a nosso respeito?
-Que eu não paro de pensar em você – admitiu ele. ”

Agatha queria paz, mas como ela podia se dar ao luxo de tê-la? Ela havia fugido da casa do seu marido e ele não deixaria por menos, ele a acharia em qualquer lugar a mataria juntamente com seu filho.

A Lycia barros tem uma escrita que te pega logo no início e é impossível fechar o livro sem antes ter concluído a história. Uma coisa que eu admiro muito em todos os livros da Lycia é que ela traz personagens femininas marcadas pelo passado, ou que irão passar por algo, mas cada uma dessas personagens traz uma personalidade forte, elas são corajosas, Lycia escreve sobre mulheres guerreiras, e isso é o que torna a história melhor, e ao final sempre fechamos o livro e repensamos sobre nossas vidas. Esse é o terceiro livro que leio da autora e sempre que eu acabo eu fico me perguntando, será que estou vivendo do modo certo? E é isso que faz Lycia se destacar na literatura nacional.

O livro foi muito bem escrito e com personagens com fortes personalidades e bem maduros, o filho de Agatha com sua inocência infantil foi o que mais me surpreendeu, ele era o mais maduro e que compreendia a situação. Agatha é forte e decidida, o amadurecimento dela foi muito perceptível ao longo do livro, mesmo não se achando corajosa, ela era.
O livro é narrado em terceira pessoa, mas temos ciência e noção de cada pensamento dos personagens, o livro traz um enredo difícil de falar, mas que acontecem todos os dias com alguém, mesmo que não seja próximo a nós.

Esse é o tipo de livro que traz uma grande lição de vida, é tipo de livro que te permite sonhar.
Esse não é um livro religioso, sim o livro fala do amor de um homem para com uma mulher, mas fala também sobre respeito e obediência, é um livro que fala sobre o amor de Deus para com seus filhos, o livro também fala sobre nossos questionamentos acerca do mundo e de Deus, esse livro é tão lindo e emocionante que estou aqui escrevendo essa resenha com lágrimas nos olhos, esse livro que renovou a minha fé.

                “-Tenha fé. – Marcos tocou seu ombro. – A fé é a certeza das coisas que se esperam, não das que se veem. ”