Resenha O ar que ele respira | Brittainy C. Cherry


O ar que ele respira
Elementos #1
Brittainy C. Cherry
Editora Record/2016
Avaliação: 5/5
Aonde comprar: Saraiva | Amazon

Elizabeth é uma jovem que durante um tempo morou na casa de sua mãe após a morte do seu esposo, ela e sua filha viveram na casa de sua mãe, pois Elizabeth não conseguia lidar bem com a situação, a relação de Elizabeth com sua mãe não era estável, sua mão após a morte do seu esposo virou uma megera, para lidar com a dor da perda ela começou a se envolver com muitos homens.


Agora Elizabeth está voltando para sua casa, uma casa repleta de lembranças boas que inevitavelmente a assombraria com as lembranças e a sufocaria com a saudade.


“Ela também precisava de mim. Eu estava vagando pela escuridão, não era a mãe que ela merecia. Enfrentar lembranças do nosso lar talvez me trouxesse paz.”
Algumas coisas mudaram desde que ela saiu da sua casa, bem apenas algumas coisas, as vizinhas ainda continuavam fofoqueiras e se metendo na vida dela, mas agora ela tem um novo vizinho um homem que muitos tinham medo.
“Fique longe dele” diziam. “Ele é cruel.” “Ele é frio.” “Ele é perigoso.”
Há exatamente um ano atrás Tristan Colen estava vivendo um sonho, tinha uma linda esposa no qual amava e um filho que lhe enchia de orgulho, no entanto drasticamente seu sonho fora interrompido quando ele tudo aquilo que ele amava.

Elizabeth e Tristan tinham mais em comum do que imaginavam, a dor da perda os assombrava todos os dias, mas com triste era imensamente pior, ele não chorava apenas a dor de uma esposa morta, ele chorava pelo filho que se foi, um filho não teve a chance de crescer.

Tristan afasta todos ao seu redor, e não é diferente com Elizabeth, mas ela vê nele alguém que ninguém mais ve, ela tenta a todo o momento ser sua amiga, mas ele não deseja.
“- Quero deixar uma coisa bem clara – disse ele com rispidez. Seus olhos se tornaram sombrios novamente – não quero me envolver com você de maneira alguma, entendeu?”
Juntos os dois poderiam encontrar um novo começo, mas como se a todo instante as lembranças o estão os cercando? Será que Elizabeth e Tristan se permitirão sentirem-se vivos novamente? Como recomeçar com tantos demônios guardados dentro de si?

O ar que ele respira me deixou maravilhava, não é apenas um romance sexy, é um livro que fala sobre perdas e recomeços, um livro que nos permite sonhar que algo melhor estar por vir.
Tristan é um homem com uma aparência um pouco assustadora, mas com um coração imenso, juro a todo instante eu queria abraçá-lo e dizer que tudo ia ficar bem.  Ele não se lembrava mas de como era ser feliz, ele andava amargurado e se escondida atrás de uma armadura impenetrável até que surge Elizabeth.

Elizabeth é uma jovem cheia de vida que luta para se sentir completa novamente, ela vê o melhor nas pessoas, apesar de toda dor ela é autossuficiente.

Emma a filha da Elizabeth é a coisa mais linda que vi na minha vida, uma criança greek que ama heróis, zumbis, vampiros e transborda alegria por onde passa.

O livro é tão real com relação aos sentimentos de perda que me emocionou, o medo de se esquecer da pessoa amada, a forma como é a vida após o luto. Eu nunca em toda minha vida tinha lido um livro tão intenso.
Eu não tenho palavras para dizer como esse livro tocou o fundo da minha alma, sem dúvidas, o melhor livro que li esse ano!