Resenha Bruxa da Noite

Em 1263
Sorcha a primeira bruxa da noite está sendo perseguida por Cabhan, um feiticeiro, que busca nada mais nada menos a glória que corria no sangue de Sorcha, ameaçando seus filhos. Sorcha está se sentido sozinha, sente falta do seu esposo que está em guerra, ela tem três filhos e para cada um está determinado um guia para que protegessem seus filhos, Brannaugh (cão), Teagan (cavalo) e Eammon (falcão), todos os seus flhos também herdaram o seu dom.

Isto não estava sendo suficiente para proteger seus filhos, ela faz um ritual unindo-se aos seus filhos e guias, porém ela ficou muito debilitada e já sabia que já era chegada a hora, enviou seus filhos para a casa da sua prima, o clã O’ Dwyer, pois nem a viagem ela sobreviria, ela traçou um plano já que era chegada a sua hora, como Cabhan está tentando seduzi-la ela o seduziria e com apenas um
beijo ele morreria com ela, porém após o beijo que matou Sorcha e apenas enfraqueceu Cabhan o que não foi o suficiente para mata-lo e agora ele vive à espreita para tomar o poder de seus antecedentes e destruí-los.


Em 2013
Iona uma jovem de 23 anos vem de uma família um tanto inusitada que não demostra seus sentimentos nem parece se importar muito com ela.  A única pessoa que parece se importar com Iona é a sua avó, após sua avó lhe contar o porquê Iona conseguia fazer alguns “truques”, e contar a ela a história do seu passado, Iona não consegue esquecer nada daquilo, ela vende todas as suas coisas para conseguir ir para até Condado de Mayo atrás de suas raízes.
Após chegar, Iona conhece seus primos, ela é muito bem recebida, Branna conta tudo a ela, até mesmo o perigo que ainda os cerca Cabhan, muito determinada Iona decide que é isso que ela quer, mesmo que isso signifique arriscar a sua vida.

“-Ele brinca com elas e abate os fracos para se alimentar. Seu poder é negro e frio. A luz e o fogo sempre o derrotarão. ”

Ela é convidada morar na casa de seus primos, pois juntos os três serão mais fortes. Enquanto Branna ensina Iona controlar seus poderes, ela consegue um emprego trabalhando com que ela ama, os  cavalos são a sua paixão desde menina, ela consegue sentir seus sentimentos, cada dor, medo, alegria e sofrimento.
Quando Iona vai para a Irlanda em busca de suas raízes ela não imaginava que iria ser tão bem recolhida, nem que conseguiria um emprego e ainda por se cima se apaixonaria por seu chefe Boyle.

“E algo em Iona se agitou só de ouvir aquela voz. Nervosismo, excitação, disse a si mesma, porque o homem trazia a felicidade dela nas mãos. ”

Boyle é um mocinho duro, mal-humorado, mais completamente apaixonante, ele é amigo dos seus primos e amigo de Finn, ele é sócio do local aonde ela agora trabalha, Boyle também é apaixonado por cavalos, sua relação com Iona não é nada fácil, além de sua personalidade difícil, ele não queria se envolver com uma bruxa, apesar de ser amigo de três, e sem contar que Iona o intrigava de um jeito que ninguém jamais o intrigou.

Iona descobriu seus poderes muito tarde por isso o trabalho é duro para conseguir controlar seus poderes, o perigo que a cerca a cada dia vem aumenta incansavelmente, Cabhan vem tentando seduzi-la e enganá-la dizendo que salvará seus primos, portanto que ela entregue seus poderes a ele.
Eles enfrentaram um demônio que está escondido as sombras a 750 anos a espreita esperado todos estarem juntos para derrota-los, suas vidas estão em jogo, seus familiares e amigos, será a luz capaz de vencer a escuridão?

Iona é uma jovem determinada, madura, apesar de ter pensamentos infantis, eu gostei muito da personalidade dela, pois com ela nada está escondido, chega a ser engraçado pois ela não consegue guardar seus pensamentos para si, isso me valeu muitas risadas.
A forma como a autora abordou o amor pelos animais e a família fez tudo ficar tão lindo, eu tenho pavor de cavalos mais eu fiquei tão fascinada com eles no livro que acho que perdi um pouco meu medo. Toda a trama é mística, e bem montada.

Para o primeiro livro achei que faltou um pouco mais de explicação do que realmente o Cabhan é. Cada personagem é intrigante mais ele e o Fin são os que mais me fizeram especular, até porque eu não sabia o que pensar de alguém que é descendente de um feiticeiro malvado.

Todo o cenário é lindo a autora descreveu cada ponto minuciosamente, eu nunca tinha lido nada de Nora Roberts mais estou completamente fascinada e louca para ler todos os livros dela.

Acho que se tivesse um livro só da Sorcha eu iria amar, pois eu nunca fiquei tão fascinada com o primeiro capitulo de um livro como eu fiquei com esse, acabou o segundo capitulo e eu não queria que a história de Sorcha terminasse.

Li e recomendo demais, estou fascinada pela escrita de Nora Roberts!

Trilogia Completa!

14 comentários:

  1. caraca...que q eu posso dizer? a nora roberts é a NORA ROBERTS ! acabei de ler a serei quarteto das noivas dela e simplesmente achei perfeito! ja tinha lido outros títulos dela e ela pra mim é tipo MADONNA dos romances ,pois pelo q eu sei ela começo escrevendo aqueles romances de banca( de titia) la no fim dos anos 70 ... gente essa mulher pode escrever um rol de feira q eu vou ler kkkkk ela , sophie kinsella e meg cabot! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Essa trilogia é um dos meus primeiros itens da lista de compras de 2016!!! :)

    Eu sou louca para ler essa serie!!! *-*

    Quando eu vi pela primeira vez que ia ser lançada pela editora arqueiro eu pensei "Não tem como um livro ser tão perfeito assim!!!" :)

    Mal posso esperar para poder terminar de juntar todo o dinheiro para comprar a coleção toda de uma vez, afinal não quero ter que ficar sofrendo por esperar até conseguir o volume seguinte rs!!! :D

    Adorei ver uma resenha deste primeiro livro aqui no blog!!! :)

    ResponderExcluir
  3. A Nora escreve os melhores livros, só conheci um trabalho dela e sou apaixonada pela escrita.

    ResponderExcluir
  4. A Nora escreve os melhores livros, só conheci um trabalho dela e sou apaixonada pela escrita.

    ResponderExcluir
  5. A cada livro que a Nora escreve, eu fico mais impressionada, ela consegue prender o leitor de uma forma incrível.

    ResponderExcluir
  6. Thays,amo a escrita da Nora Roberts,mas essa trilogia que possui uma pitada de fantasia não li ainda.Amei saber que a personagem Iona ama cavalos,assim como eu,que bom que a obra lhe fez perder um pouco do medo desses tão espetaculares e inteligentes animais .Quero muito também acompanhar o romance de Boyle e Iona e ler a série.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi!!!
    Apesar de amar a autora Nora Roberts eu ainda não consegui me apaixonar por essa trilogia a ponto de começar a ler la, mas ela continua entre as minhas leituras para 2016 eu so preciso me animar e começar a ler.
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Vejo muita gente elogiando muito os livros dessa autora, mas eu ainda não me interessei pela leitura de nenhum livro dela, toda vez que leio resenha de algum livro dessa autora nunca me interesso pela leitura, o que e uma pena, espero um dia encontrar algum livro da Nora em que eu tenha vontade de ler.

    ResponderExcluir
  9. Pela resenha não gostei muito do livro não, mas daria uma chance. ;)

    www.jayhanadenardi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. NOra Roberts é diva minha autora preferida, sou fã dessa mulher td q ela escreve é otimo...amo demais!!!

    ResponderExcluir
  11. Nora Roberts sem palavras amo os livros dela e conserteza esse já está na minha lista de leitura

    ResponderExcluir
  12. adoro os livros da nora roberts,ela tem a escrita super cativante..os livros que leio dela são excelentes..ainda não li esse mas adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  13. Nora é uma diva e eu preciso urgentemente ler algum livro dela. Arriscaria começar por essa série.

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nenhum livro que se falasse sobre esse assunto, bruxas. Nâo sei por que mas acho que não me interessa muito esse tema. Comprei o Quarteto de noivas dessa autora para conhecer a escrita dela que todo mundo fala bem.

    ResponderExcluir

® Blog Thays M. De Lima - Layout por A Design