Resenha Querubins


Duas mulheres guerreiras, com um único objetivo, salvar a humanidade ...

A guerra espiritual está travada a milênios, até mesmo antes de Cristo, querubins lutam para salvar a humanidade, lutar batalhas e vencer, salvar aqueles que se julgam espertos demais e trazem desgraças e a condenação eterna para suas cidades.

Chaya é uma querubim, que busca pela justiça, feita para guerrear, com seus cabelos vermelhos e a sua espada Chaya já lutou muitas batalhas. Apesar de sempre lutar para salvar a humanidade, ela tem um sentimento de desprezo pelos seres humanos, ela não entendia como um ser humano apenas conseguia trazer tanta desgraça e destruição para si próprio e para o seu próximo. Por isso receber a ordem que veio de cima, uma ordem celestial, para que ela uma querubim se infiltrasse em uma aldeia celta pré-cristã no século V antes de cristo, tendo como missão destruir os males que sondam e que aos poucos estão destruindo a aldeia, mas chegando nessa vida ela percebe que tudo está ainda pior e que para ganhar a confiança dos moradores e ajuda-los ela terá que deixar seu pré-conceito de lado e lutar lado a lado para salvar aquela aldeia.

Mary Grace, do século 19, uma menina vinda de uma família rica, que era diferente das jovens da sociedade, ela queria apenas focar na sua arte e ficar um pouco longe de sua família e de suas responsabilidades, por muito tempo seus pais deixaram mais agora ela teria que ter responsabilidades e voltar para a casa. Mary não é uma simples menina, ela tem um dom que ela considera uma maldição, ela consegue ver seres espirituais desde criança, e há vozes que a atormentam, por conta da sociedade e de seus pais teve que esconder esse segredo pois ela seria dada como louca, a única filha poderia estar louca e a sua família seria arruinada.

Por muitos anos sua mãe tentava fazer com que ela despertasse interesse por rapazes e se cassasse, ela não tinha desejo por nada disso, até em que as visitas de Antom e o seu carinho por ela cresciam, e ela começou a enxergá-lo com outros olhos.

Antom seu amigo também consegue ver as criaturas, ele tenta instruí-la e dizer que aquilo é sim um dom e não uma maldição, por anos Mary fugiu dele pelos sentimentos que ele despertava nela, mas agora tudo mudou e eles são amigos, mais uma revelação e tudo poderá fazer o mundo de Mary ruir, sua família, suas amizades, essa luta vem a milênios e só ela poderá salvar a humanidade da destruição completa.

O destino de Chaya e Mary se entrelaçam e essas duas mulheres uma querubim e uma agraciada deverão pôr o fim na destruição que há por vir.

Esse livro foi um dos livros que mexeu muito com meu emocional, eu conseguia sentir a guerra travada que eles enfrentavam, a Chaya foi a que mais mexeu comigo, eu sou apaixonada por anjos e ela ganhou o meu coração com seu jeito forte, decidido e o espirito de guerreira.

Eu amei esse livro, o ponto mais positivo pra mim foi o fato da história se passar a séculos atrás e não na atualidade, mas a escrita é bem simples e de fácil entendimento. Cada detalhe da aldeia os vestidos de épocas e costumes formaram uma história rica em detalhes sem ser chato.
Sem dúvidas nenhuma houve muito detalhes muito bem colocados, a autora com certeza dedicou muito tempo para escrevê-lo e não deixar pontas soltas. A escrita da autora é completamente viciante.

Os capítulos vão de alternando entre Chaya e Mary, e a cada fim de capitulo me fazia ansiar pelo próximo, eu sentia como se eu estivesse ali naquela aldeia e estivesse lutando para salvara humanidade, e isso é maravilhoso, são poucos livros que nos dão essa sensação. O desenvolvimento de Mary no livro foi espetacular, uma menininha que só ligava para si e o seu medo, se tornou algo mais, ela aceitou o seu destino e se transformou uma guerreira, esse livro sem dúvidas entrou para minha lista de preferidos!




19 comentários:

  1. achei a capa lindaaa ! parece muito bom eu diria Divino mesmo a temática! adoro anjos ! adorei tatá! bela resenha!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o tema!!! :)
    Amei a capa!!!! *-*
    Parece ter bastante ação, amei!!!!! :D
    Adoro livros assim! :)

    ResponderExcluir
  3. Amo anjos
    Eu vou por na minha lista infinita

    ResponderExcluir
  4. Que história diferente. Achei bem original. Fiquei morrendo de vontade de ler. A capa está incrível.

    ResponderExcluir
  5. Que capa maravilhosa !!!!!
    gostei muito do tema com certeza vou ler
    a resenha tá ótima ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi!!!
    Já tinha visto a capa deste livro em outros lugares e achei linda, depois desta resena fiquei mais curiosa ainda.
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  7. Caramba, eu adoro livros com personagens femininas fortes e nesse pelo visto tem duas, já me cativou!!

    ResponderExcluir
  8. Como posso fala... Estou simplesmente encata com a resenha fico imaginado a história irei ler conceteza .... Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  9. Amei a capa do livro, com certeza vai para minha lista, adorei sua resenha me deu mais vontade ainda de ler, principalmente livros que prende a gente.

    ResponderExcluir
  10. que linda essa capa, gostei mesmo, ainda mais pelo fata da história se ambientar em outra epoca.

    ResponderExcluir
  11. A capa é linda msm e apesar de ser de época me interessou bastante.......adoro anjos .....

    ResponderExcluir
  12. Eu também adoro anjos e pela sua resenha eu percebi que esse livro é um pouco diferente dos que já li com esse tema. Muito boa sua resenha, e essa capa é linda.

    ResponderExcluir
  13. Quando vi a capa desse livro, que só para constar e maravilhosa, pensei que a história fosse outra completamente, e lendo sua resenha fiquei encantada pelo enredo do livro, eu não tenho costume de ler livros desse gênero, porém esse me chamou bastante a atenção.

    ResponderExcluir
  14. Thays,legal as personagens serem duas mulheres fortes e guerreiras. Chaya uma querubim e Mary uma menina com um dom de ver seres espirituais que irão se unir para impedir a destruição que está por vir .Legal ver a personagem que era apenas uma menininha como Mary se transformar numa guerreira.Ansiosa por conferir.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  15. Thays,legal as personagens serem duas mulheres fortes e guerreiras. Chaya uma querubim e Mary uma menina com um dom de ver seres espirituais que irão se unir para impedir a destruição que está por vir .Legal ver a personagem que era apenas uma menininha como Mary se transformar numa guerreira.Ansiosa por conferir.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  16. Achei a capa um espetáculo!
    Mas não é meu estilo de livro, mas gostei da resenha. Vou indicar para uma amiga ler a resenha, acho que ela vai gostar.

    ResponderExcluir
  17. Nossa, que capa linda!!Também sou apaixonada por anjos, ainda mais por anjos guerreiros. O fato da história se passar a séculos atrás também chamou minha atenção. É um livro que se tiver oportunidade, com certeza lerei!!

    ResponderExcluir
  18. Parece ser uma história maravilhosa.
    Amei a capa e a resenha.
    Realmente, como um ser humano pode ser esse ser tão desprezível...quero muito ler esse livro e aproveitar da leitura.

    ResponderExcluir
  19. Nunca me aventurei em nada com esse temática, após uma resenha dessa deu muita vontade de lê!

    ResponderExcluir

® Blog Thays M. De Lima - Layout por A Design