Resenha Ligeiramente Maliciosos

Livro 2

Judith Law, uma jovem mulher de 22 anos vinda de uma família de comandada por um pastor, Judith tem um irmão, e mais duas irmãs, uma mais velha e uma mais nova, seu irmão por ser o único homem da família faz algumas extravagancias, gastando mais do que deveria do dinheiro do seu pai, chegou a tal ponto em que estavam ficando pobres. O pai de Judith pede ajuda a sua irmã, que teve um casamento favorecido e hoje é rica.

Mais em troca ela queria que uma das meninas fossem a sua casa para trabalhar, Judith sabendo da situação emocional das suas irmãs decide ir, aos 22 anos Judith não participou de nenhuma temporada e nem tem pretendente, muito menos um dote.
Apesar de todas as dificuldades Judith tem uma mente sonhadora e como todas as mulheres como se é esperado deseja casar-se.


Em sua ia para a casa de sua tia Judith passa por uma complicação da viagem por conta da chuva, mas um cavalheiro aparece para ajudá-la. Porém a chuva fez com que os dois ficassem em um hotel sozinhos, para uma moça naquela época aquilo tudo seria um escândalo, Judith resolveu entrar na aventura e deu um nome falso e alias ele também. Os dois curtiram seu momento de aventura.

Porém Judith era virgem, se ela já não conseguia arrumar um marido antes, agora ela estaria arruinada. Judith foge daquele cavalheiro que a salvou e vai para a casa da sua tia. Com a esperança de nunca mais vê-lo, guardando para si todos os momentos inesquecíveis que viveu.

Judith é tratada como empregada, suas roupas foram modificadas, seus cabelos presos, aos 22 anos aparentava ter 30, sua tia tinha medo pois sua filha poderia ser ofuscada com o brilho de Judith.
Judith estava vivendo cheia de trabalho foi aconteceria um baile na casa de sua tia, o que Judith não esperava era encontrar o homem em que viveu uma aventura, e ela descobre que ele é lorde Rannulf Bedwyn, vindo de uma família muito poderosa.

A avô de Rannulf tentou diversas vezes tentar fazer com seu neto se cassasse, só que dessa vez é diferente ele descobre que ela está morrendo e tem o desejo de passar seu legado para ele. Sendo assim Rannulf concorda em pelo menos tentar conhecer a moça. O que ele não esperava era que a moça que ele iria cortejar era prima da mulher que descompassou o seu coração com suas madeixas ruivas.

Como ele poderia casar-se com uma “garota”, após conhecer a linda mulher que Judith é, infelizmente os padrões das altas sociedades eram emposta a todo momento, eles precisaram trilar seu próprio caminho, e se entregar a essa paixão avassaladora.

Esse livro é ual, após O Príncipe dos Canalhas, fazia tempo que eu não lia um romance de época com tanta vontade.
Esse livro é o segundo, o primeiro livro Ligeiramente Casados, clique aqui e veja a resenha, é um pouco mais frio com relação aos sentimentos, já esse livro tem de tudo um pouco que faz um leitor feliz.

Judith é uma mulher determinada, apesar da sua baixa autoestima ela é uma mulher que chama atenção, uma mulher que é ligada aos meros detalhes de um cavalheiro. Ela não se faz coitada esperando alguém resgatá-la.

Rannulf é o tipo de cavalheiro que toda mulher gostaria de domar, mulherengo, charmoso, encantador e educado, ele levou Judith ao ápice do prazer que ela jamais imaginaria que conseguiria, como todo homem ainda busca uma mulher de seus sonhos, sua família é conhecida por não poder se relacionar com outra mulher após o casamento.

Juntando esses dois personagens que são impetuosos e orgulhosos, somando uma paixão avassaladora deu um maravilhoso romance de época, eu tinha dado 5 estrelas ao primeiro livro, mais o segundo eu daria até mais de pudesse, porque foi maravilhoso.

A autora continua com uma escrita leve, descrevendo lugares, sem se aprofundar apenas nisso, fazendo com que o livro flua muito facilmente
.
Eu senti falta no começo apenas de algumas informações, só fui descobrir que ela tinha 22 anos lá no meio do livro, mais foram coisinhas bobas.

Recomendo muito esse romance arrebatador, é maravilhoso, leia você não irá se arrepender.


Capas da série (incompleta)


19 comentários:

  1. Não sou fã de romance de época. Mas fiquei interessada depois de ler a resenha. Vou começar lendo "O príncipe dos canalhas", pra vê se ânimo.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Amo romances de época !!!! *-*
    Adorei a resenha!!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. ja liiiiiiii ! é maravilhosoooooooooooooooooooooooo estou louca pra lançarem logo o livro sobre o duque !

    ResponderExcluir
  5. Que resenha arrebatadora, só uma duvida esse livro e erótico? Amei a história parece ser realmente muito boa, porém não gosto muito de livro época, não e que eu não goste, só não costumo ler, porém esse me chamou bastante a atenção, entretanto se for muito hot, desanima um pouco. Fiquei bastante interessada

    ResponderExcluir
  6. To devendo de comprar esse livro.
    As capas são tão fofas.

    ResponderExcluir
  7. Amo ler romance de época ♥
    a história é sempre tão linda e apaixonante !

    ResponderExcluir
  8. Amo romance de época!
    Confesso que quando vi a capa desse livro não me interessei muito, mas agora após ler a resenha parece ser uma história muito boa
    Muito boa a resenha!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Gosto bastante de séries que em cada livro conta uma história diferente. Fora que romances de época são muito boons!

    ResponderExcluir
  11. No mês passado li O príncipe dos canalhas, meu primeiro romance histórico, gostei bastante, acho que vou por esse aí na minha lista de desejados, a resenha ficou ótima e me instigou a ler, gosto desses romances "proibidos" hahah
    Eu preciso ler essa série em sequência ou um não tem ligação com o outro?

    ResponderExcluir
  12. Adoro histórias parecidas com Cinderela, mesmo que desde o começo o final está ali na cara... sinto vontade de ler e me emocionar com cada momento. Lindo

    ResponderExcluir
  13. Sempre quis ler uma livro de época tinha uma na minha lista agr este entrou na frente kkk pela tua resenha queria ler agora <3 ficou ótima thay :)

    ResponderExcluir
  14. Thays,amo romances de época,mas ainda não li essa série.Fiquei ansiosa para conhecer a história de Judith e Rannulf e conhecer todo conflito vivido pelo casal.Ele vai cortejar a prima de Judith.Amei saber que são personagens impetuosos e orgulhosos.Realmente descobrir a idade da protagonista depois no meio do livro é só um pouquinho chato .Mil beijinhos!!!!

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro romances de época, pela sua resenha eu lembrei bastante do livro Um Perfeito Cavalheiro, que por sinal eu amo. Já está na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  16. Oi!!!
    Eu sou completamente apaixonada por romances de epoca e ligeiramente Maliciosos pra mim foi bem melhor que Ligeiramente casados com uma historia mais empolgante que a do primeiro livro , não li o terceiro ainda , mas já esta na minha lista de desejados.
    Parabéns pela resenha!
    Bjos

    ResponderExcluir
  17. sou fã de romances de época e por isso nem preciso dizer que adorei a resenha e embora ainda não tenha lido nenhum livro da serie Os Bedwys to bem curiosa

    ResponderExcluir
  18. Só li o primeiro da série e fiquei apaixonada pela escrita da autora, não vejo a hora de ler esse livro. A capa é linda demais.

    ResponderExcluir

® Blog Thays M. De Lima - Layout por A Design