Resenha A Rainha Vermelha

A Rainha Vermelha
Editora Seguinte
Lançamento de Junho/2015


Resenha
O povo de Nora, é divido por sangue, os vermelhos e os prateados, o povo desfavorecido e pobre desta distopia são os de sangue vermelho, vivendo em grande miséria e sendo oprimido pelo governo autoritário, já os prateados tem poderes, poderes de verdade como o poder do fogo, da água, da telepatia entre outros, eles são os favorecidos e vivem desfrutando de luxos que os vermelhos não podem, muito pelo contrário, eles vivem esse tão luxo exatamente devido ao incansável trabalho dos vermelhos.

Mare é uma vermelha, uma ladra, que não tem trabalho algum, mas como sua família precisa e necessita de toda ajuda possível, ela rouba, não que os seus pais aprovem, mas ela faz o que é necessário. Ela vive a sombra de sua irmã perfeita, muitas das vezes se sentindo inferior pois não tem trabalho nenhum, e sua irmã sendo mais nova já tem um trabalho e provavelmente terá a vida um pouco mais justa.

Quando os jovens completam 18 anos e não tem trabalho algum, são obrigados a ir para o exercício enfrente a batalha, muitos nem voltam, ela ainda tem um tempo, mas seu amigo Kilorn não tem mais tempo, ele tinha um trabalho, mas não tem mais, não há nada a fazer, os que se recusaram a ir para o exercício foram capturados e mortos em praça pública.

É tentando ajudar seu amigo que ela se vê em uma enrascada, Mare conhece uma pessoa dentro do mercado negro, que seria possível levar seu amigo para longe de Nora, porém o preço é altíssimo a ser pago. Ela tem uma ideia de roubar dentro do trabalho da sua irmã, e uma coisa terrível acontece.




Vagando entristecida e sem rumo em sua vida, tudo estará perdido e sua família irá a ruina, ela começa a roubar incansavelmente, até que avista um garoto e tenta roubá-lo mas ele percebe antes que ela o possa fazer, é nesse encontro que o tal garoto dá a vida dela uma nova chance e arruma um trabalho.

É assim que Mare vai para o palácio, e em meio a uma apresentação das meninas das altas Casas, são exibidas com seus poderes para saber quem será a nova rainha. E quando tudo dá errado, e Mare é quase atingida e preste a morrer ali, ela descobre que tem um poder, o poder que a salvou e que também será sua condenação. E é assim que Mare fica presa no castelo, fadada a viver com as ordens de um rei e uma rainha autoritários.

Como em todas distopias temos os povos que não concordam com as medidas do governo e se juntam para derrubar o rei do poder e assumirem o controle, eles se chamam Guardas Escarlates, e farão de tudo para tirar essa monarquia e opressão que são fadados a viver a muitos anos.

O livro é narrado pela Marie, o livro é inteiro ação pura ação, a opressão do governo é forte, e como os Guardas Escarlates estão tentando ganhar o poder, os vermelhos que não fazem parte acabam sendo afetados, temos muitas traições, incontáveis de pessoas inimagináveis, a narrativa foi um pouco cansativa, pois tem muita descrição e pouca narrativa, eu ainda não consegui definir exatamente o que Mare é, ela é uma guerreira, isso é um fato, mas não me senti tão próxima a ela.
Toda a trama foi muito bem traçada, as únicas pontas soltas que ficaram provavelmente serão apresentadas nos próximos livros, já que este livro não é um volume único.


Apesar de ter um romance no livro com os dois príncipes, e a Mare ser movida pela paixão e emoção, ela se doa completamente a causa do seu povo, uma vermelha vivendo no meio dos prateados, não será fácil, ela passa a vier uma farsa, mas isso não faz o coração dela se esquecer do seu povo, muito pelo contrário, há cenas de jantares em que ela se lembra de sua família que mal tem o que comer, ela não se esquece de suas origens, é lutando pelo seu povo que tudo está fadado a ter um fim trágico e terrível ou uma libertação.

11 comentários:

  1. Deu vontade de ler.
    Da pra fazer resenha de after , não dá pra comentar no YouTube .
    Amo seus vídeos .

    ResponderExcluir
  2. Eu sou louca pra ler esse livro, li uma resenha dele antes de se lançado no Brasil e ele me cativou completamente. A História parece ser muito inusitada, adoro livros assim.
    Beijooo

    ResponderExcluir
  3. Esse livro tem cara de parecer muito com o livro A Seleção, e é por isso que estou morrendo de vontade de lê-lo, tomara que seja tão bom quanto todos estão dizendo por ai...

    ResponderExcluir
  4. To com muita vontade de ler esse livro !!!

    ResponderExcluir
  5. Minha mãe não quer comprar 😂 essa vida acaba comigo

    ResponderExcluir
  6. to muito curiosa por esse livro... minha irmã só fala nele

    ResponderExcluir
  7. Eu to loca para ler esse livro mas eu vou esperar sair o segundo

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Agora fiquei com muita vontade de ler, a historia parece bem interessante , adorei a resenha , Parabéns <3

    ResponderExcluir
  10. Já li e amei!!!!!
    foi direto para lista dos meus favoritos (e essa não é muito pequena não rs :p )
    tô aguardando que nem uma louca pela tradução da continuação (já que meu inglês não é muito bom não pra ler a versão original rs ) :)

    ResponderExcluir
  11. Esse livro eu li, mas não gostei muito dele. Acredito que li em um momento errado, pois gosto muito de distopias. Entretanto esse livro não me cativou. Uma pena!

    ResponderExcluir

® Blog Thays M. De Lima - Layout por A Design