Resenha | O Amor nos Tempos do Ouro

Livro O Amor nos Tempos do Ouro
Autor(a) Marina Carvalho
Páginas 328
Editora Globo Alt
Livro cedido pela editora
Classificação 5/5
Adicione no skoob!
Adquira já o seu: Saraiva, Amazon

  Então, eu li o novo livro da Marina Carvalho. E não poderia estar mais apaixonada hahaha

  Após a morte de seus pais e irmãos, Cécile Lavigne, uma francesa de 19 anos, é obrigada a ir morar no Brasil com seu parente mais próximo, seu tio Euzébio.

  As coisas não estão nada boas para o lado de Cécile. Não bastasse para ela ter que lidar com a dor de perder uma família inteira, sair de seu país de origem e ir morar com seu tio, uma pessoa horrível, diga-se de passagem, ela ainda foi prometida por seu tio para se casar com Euclides de Andrade, um velho rico que tem idade para ser seu avô.

  Assim que Cécile chega à casa de seu tio, no Rio de Janeiro, após uma turbulenta viagem, ela não contava com a rapidez dos acontecimentos. Seu tio nem a deixou desfazer suas malas e já a colocou na estrada rumo à Minas Gerais, onde seu futuro marido a aguarda.

  Fernão foi contratado por Euclides para levar Cécile em segurança até suas terras. Por ser uma história ambientada no séc. XVIII, essa viagem a cavalo durará dois meses, nos quais eles terão de passar por poucas e boas. Fernão é explorador há bastante tempo e através de seu trabalho, muitas vezes ruim, ele conseguiu muito dinheiro. Porém, mesmo com todo o seu dinheiro ele não é visto com bons olhos. Ele tem todo aquele ar sério e bruto, um tanto quanto misterioso. E, logo de cara, ele e Cécile não se bicam. Ele a acha uma francesinha metida, e ela o acha um grosso. ~Você irá se apaixonar por ele, aviso logo hahaha.

“ – Eu errei. No princípio tu não passavas de mais um trabalho que eu era obrigado a cumprir. – Ele passou a mão livre pelo cabelo, desconfortável por estar sendo tão honesto. – Porém, Cécile, pode até não parecer, mas possuo um coração e ele às vezes toma as rédeas da minha vida. ” 

  Cécile foi criada por uma família um tanto quanto liberal para aquela época, seu pai sempre a deixou livre para decidir sobre sua vida, inclusive sempre a encorajou a se casar por amor. E em consequência de sua criação, Cécile não tem nenhuma repulsa pelos negros e escravos, pelo contrário, os trata de igual para igual. O que acaba surpreendendo a todos, inclusive Fernão. 

“ A cada dia ao lado daquela mulher, desfaziam-se as primeiras (e não muito boas) impressões a seu respeito, uma a uma. E o explorador mal sabia como lidar com essas novas constatações. ” 

  E, o que eles não esperavam era que em meio a toda essa tensão, um forte sentimento surgisse entre eles. Cécile tem consciência de que Fernão não é um homem para se casar ou até se apaixonar, ele tem fama de mulherengo. E Fernão, sabe muito bem que Cécile também não é mulher para ele. E mesmo assim, os dois lutam contra o que sentem um pelo outro.


“ O verbo afeiçoar não traduz com exatidão minhas emoções em relação àquele homem. Melhor confessar que estou arrebatada, embora esteja a lutar arduamente contra esse sentimento. Fernão é da terra, de espirito livre e aventureiro, fiel a seus princípios, justificáveis ou não. Pensar nele como alguém que pudesse mexer com meu coração e cuidar dele em seguida é desperdício de tempo, além de magoa na certa. ” 

  Como se sua história não pudesse piorar, assim que chega em Minas Gerais e conhece seu futuro marido, ela percebe que como se não bastasse Euclides ser um velho, ele é um homem muito ruim e totalmente autoritário. Um homem que se diz ser filho de Deus, mas que não hesita em punir a qualquer um. Ele é dono de vários escravos e os trata que nem lixo, o que parte não só o coração da jovem francesa, como o nosso também. 

  Em contrapartida, Cécile não se deixa abalar por Euclides e continua interagindo com os escravos, continua seguindo seus próprios ideais e sendo quem ela sempre foi. E isso foi algo que me prendeu à história. Cécile é uma protagonista que encanta, que te faz ter reflexões do tipo "será que se fosse eu ali no lugar dela, teria coragem para fazer o que ela fez?" 

  Cécile começa a ficar nervosa pois a data de seu casamento está se aproximando e suas chances de se livrar desse futuro infeliz estão se esvaindo. É então que um plano surge e desafiando tudo e todos, Fernão está envolvido nele. Agora é aquilo né: será que as coisas darão certo ou estará Cécile fadada à má sorte? 

  O Amor nos Tempos do Ouro é aquele tipo de livro que te envolve à história de um jeito que você até acha que está vivenciando o mesmo que os personagens. Eles te cativam. Tirando Euclides e Euzébio, porque esses eu queria matar kkkk. Sem dúvidas, esse é um dos melhores romances de época que já li até hoje. E não podia ser diferente já que foi escrito pela Marina Carvalho, uma das minhas autoras nacionais favoritas. Como se não bastasse a história maravilhosa, a edição do livro também está impecável, a Globo Alt arrasou! <3 

  Aaaaah, e vai ter um segundo livro ambientado nessa mesma história, só que com personagens diferentes, personagens que apareceram nesse primeiro livro e que nos deixaram hiper mega curiosos com o que poderá acontecer. Já estou com altas expectativas. 


“ Eu te prometo o que quiseres, mi iyaafin, minhas terras, meu ouro, a França, o mundo. Basta que abras os olhos e sorrias, e tudo o que tenho será teu, inclusive meu coração. ” 



18 comentários:

  1. Gostei muito do livro. A capa é linda e a história é muito cativante

    ResponderExcluir
  2. Pela sinopse e sua resenha já fiquei com vontade de ler.
    Adoro ler livros, onde as personagens femininas são fortes e determinadas. E em um romance de época isso fica, ainda, mais interessante.
    Nunca li nada da autora, mas talvez eu dê uma chance para este livro!!

    ResponderExcluir
  3. Livros de época são em geral um tanto quanto clichês. Mas mesmo assim adoro o gênero.
    Mas quanto a esse livro que resenhou,achei a história muito original. E melhor!!!!!
    Se passa no Brasil... :)

    Fiquei muito interessada em conhecer a história de Cécile e suas aventuras por nosso país de anos atrás.

    ResponderExcluir
  4. Eu amei o livro da primeira página até a última. Eu amei essa história abordou muitas coisas Sobre o Brasil. E ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Ainda não tive a oportunidade de ler Marina Carvalho, ganhei o segundo livro da série Simplesmente Ana e estou com ele aqui na minha estante, mas preciso ler o primeiro antes, e pretende ler ainda esse mês. Sou apaixonada por romances de época, meu gênero literário favorito ♥, e quando vi o lançamento desse livro (amei a capa) já coloquei na lista de desejados. Adorei a resenha e já sei que vou me envolver com essa história, principalmente por ser a nossa história, um romance de época vivenciado no Brasil, amei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Como sempre a resenha está impecável. Só fiquei com uma dúvida. Por ser um livro de época, a escrita tem que ser da época também, existem palavras ou termos que não sejam conhecidos? É uma linguagem simples?

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da Marina Carvalho...Também não sou muito fã de romances de época, mas confesso que esse me deixou muito curiosa e com vontade de ler e sem falar que essa capa é linda.

    ResponderExcluir
  8. Como já comentei em outras resenhas, nunca li nada de época, mas esse livro me interessou muito. Deve ser ótimo.

    ResponderExcluir
  9. Tenho uma quedinha por livros de época, mas o que me fisgou mesmo foi este livro ser um nacional e a história realmente se passar no Brasil. Confesso que fico um pouco decepcionada com livros de autores nacionais, mas que a história se passa em outros países. Um romance histórico do nosso país, gente, que maravilha! entrou para a minha TBR de nacionais <3 adorei a resenha, Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Que resenha ótima!
    Eu comprei esse livro na Bienal da minha cidade, quando conheci a Marina Carvalho, mas até hoje não li. Só de você citar a parte dos escravos, me deu um aperto no peito, e eu ainda não sabia do segundo livro, agora preciso correr para ler esse.

    ResponderExcluir
  11. Eu não tenho costume de ler livros de época, mas esse parece ser super legal. Gostei muito da protagonista e o fato de ela vir pra Minas, minha terra! hahaha Vou procurar saber um pouco mais sobre o livro e pensar em adquiri-lo.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. confesso que ja tentei ler varios livros de época e nenhum conseguiu me prender entao sempre fico com um pé atras rs

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha,já faz um tempinho que desejo ele,espero em breve comprar.

    ResponderExcluir
  14. Como uma apaixonada por romances de época , desde que vi o lançamento desse livro fiquei mega interessada é agora sua resenha me deixou com muito mais vontade.
    Fiquei super empolgada por saber que terá um segundo livro pois tenho certeza de que vou me apaixonar por esse primeiro.





    www.emcadapagina.com

    ResponderExcluir
  15. Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas não imaginei que ele fosse tão bom.
    Ele é um pouco diferente dos romance de época, que li, porque em nenhum deles se passava no Brasil era sempre em Londres...irei dar uma chance a ele.

    ResponderExcluir
  16. Nossa que interessante, já quero <3
    Adoooreei a resenha.

    www.jayhanadenardi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Eu ainda não li nada da autora, mas tenho muita vontade de ler os livros dela. Esse livro parece ser ótimo! O enredo dele me chamou muito a atenção, e eu acho que também vou me encantar pela Cécile. Fiquei super curiosa pra saber qual é o plano e se ela vai conseguir se livrar desse casamento. Já coloquei o livro na minha lista =D
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  18. Tenho ele para ler e vou tenta arruma uma horinnha para mim ler

    ResponderExcluir

® Blog Thays M. De Lima - Layout por A Design