Resenha Perdida

Livro Perdida
Autor(a) Carina Rissi
Páginas 364
Editora Verus
Classificação 5/5
Adicione no skoob!
Adquira o seu: Amazon, Saraiva

  E, finalmente, eu li Carina Rissi. Sempre tive vontade de conhecer a escrita dessa autora que move multidões de fãs. Todos os livros que ela lançava iam direto para a minha pequena grande listinha de desejados. E, agora, depois de ler o primeiro livro dela, me arrependo por não ter entrado no mundo da Carina antes.

  Em “Perdida” conhecemos Sofia, uma jovem de 24 anos que é a representação perfeita de alguém independente de hoje em dia: mora sozinha em um apartamento, trabalha muito em um escritório e é extremamente dependente da tecnologia. Sofia é bagunceira, atrapalhada, cheia de gírias e muito divertida. Por ter perdido os pais em um acidente de carro, ela vive uma vida um tanto quanto solitária, onde a pessoa mais próxima que tem é sua melhor amiga Nina. Apaixonada por Jane Austen, ela se perde nas histórias de seus livros. Sofia nunca se apaixonou, não acredita em contos de fadas e em finais felizes. Em sua opinião, casamento é como se fosse uma sentença de morte.

“Tudo dependia do celular. O trabalho, os amigos, minha vida toda gravada na agenda. – Eu não saberia viver sem meu celular ou meu computador. – Pensei por um momento e acrescentei: – Ou o micro-ondas!”

  Sofia, sendo atrapalhada do jeito que é e ainda estando um pouco bêbada, acaba deixando seu celular cair dentro do vaso sanitário de um bar em uma noite que sai com os amigos. Como ela vive em função da tecnologia, se desespera e logo na manhã do dia seguinte sai para comprar um novo. Chegando à loja que tem perto de sua casa, uma estranha vendedora lhe oferece um último modelo de celular no qual ela diz ser perfeito para Sofia, que suprirá todas as suas necessidades. Porém, por ser um último modelo, ela não poderá trocar, nem devolver o aparelho. Sofia se empolga e acaba o comprando. Ao sair da loja, ela logo para em uma praça para testar sua mais nova aquisição, só que o celular trava e do nada um clarão a envolve.

  O que Sofia não imaginava é que quando o clarão se apagasse ela estaria em um lugar totalmente diferente do qual estava. Um homem vestindo roupas de outra época em cima de um cavalo a encontra e lhe ajuda, a levando para sua casa.  Ela descobre que seu nome é Ian. Ian Clarke. E que estão em pleno século dezenove, no ano de 1830.

  O pior é que o celular não funciona quando ela quer, apenas recebe ligações e mensagens da estranha vendedora. Sofia então começa uma jornada em busca de um caminho de volta para casa.

“– Você sempre foi cética, não é? Nunca acreditou em magia. Nem mesmo em contos de fadas ou Papai Noel. Sempre prática! Está na hora de começar a crer que existem mais coisas no universo além daquelas que seus olhos podem ver. E finalmente começar a viver sua vida! Você sempre a deixou para depois, esperando que ela acontecesse, mas nunca fez nenhum esforço para isso.”

  Ian é um cavalheiro, extremamente gentil, cuidadoso, encantador e maravilhoso. Haja elogios para defini-lo. Logo cedo teve que assumir a responsabilidade de cuidar da casa e da irmã mais nova, Elisa. E, ainda é pintor nos tempos vagos. De cara, ele já se interessa por Sofia e seus palavreados e costumes atípicos da época, como suas roupas curtas e seu famoso All Star vermelho. Com certeza, ele ganhou todo o meu coração com seu jeito forte, carinhoso, carismático e sempre disposto a ajudar. É impossível não se apaixonar. E, não foi diferente com Sofia, mesmo ela sabendo que não era certo.

“O que havia de errado comigo? Eu não podia estar... interessada nele, por razões óbvias que não precisavam de mais explicações. Dois séculos nos separavam. Dois séculos!”

  O livro é uma mistura de romance de época e chick-lit, o que deixa a trama muito interessante e engraçada. Por diversas vezes me peguei rindo de gargalhar, seja com os diálogos ou com os pensamentos da Sofia, já que o livro é narrado em 1 pessoa pela mesma. A leitura é rápida e envolvente, fazendo com que você fique ansioso para saber o que vai acontecer. Será que eles vão ficar juntos? Se ficarem, vão ficar em qual dos séculos? Será que vai dar certo? A todo momento você se faz essas perguntas. E o final atende a todos os seus questionamentos.

  Apesar de ser uma trilogia, “Perdida” tem um final bem fechado e pode ser lido independentemente da continuação. Mas eu, como amei o primeiro, já corri e garanti as minhas continuações, o “Encontrada” e o “Destinado”. Em breve, voltarei para contar o que achei. Recomendo muito a leitura para quem ama um romance engraçado, envolvente e tendo como cenário o Brasil de antigamente. E mais, há boatos de que haverá FILMEE!!!
 
 



14 comentários:

  1. Gente, adorei! Já tinha visto o livro por aí, mas ainda não conhecia sobre. Que história legal, parece ser bem divertida, me lembrou de leve o filme Click (que eu adoro, haha). Darei uma chance ;)

    Beijos,
    digaileitoresblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. ai este livro pra mim foi o divisor de águas para ver a literatura nacional de hoje com outros olhos! O primeiro trabalho da Carina Rissi " procura-se um marido " ainda continua como o meu preferido no meu coração ,mas a serie Perdida é top demais eu amo de paixão !

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Já este livro a algum tempo e adorei. Sou louca pra ler os outros livros da autora, mas estou esperando pra compra junto con o que foi lançado a pouco tempo :)
    Parabéns pela resenha.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Li esse livro já faz um tempo, e me lembro que demoro um pouco até que eu engatasse a leitura, pelo fato de que na época tinha pouco contato com a leitura, e achei a escrita da Carina bastante complexa até porque se passava em outra época, e muita coisa era confusa pra mim, no entanto apesar desse pequeno problema, gostei bastante da estória e li o segundo logo após ler perdida, e até hoje tenho vontade de ler outros livros dessa autora.

    ResponderExcluir
  6. Gente eu amo,amo,amo os livros da carina,já li esse e a sequência encontrada,ótimo tbm,super recomendo,falta só o destinado e no mundo da luna,já li procura-se um marido tbm,todos são muito bons,estão na minha estante como favoritos.

    ResponderExcluir
  7. Eu li esse livro tem algum tempo, ele foi uns dos livros que me fizeram amar os nacionais,vemos que aqui tem muito muito muito autor bom, ela é esplêndida, a escrita dela faz com que a gente leia super rápido.
    A Sofia é engraçada dms kk impossível não rir do jeito dela .
    E o Ian, mds, impossível não se apaixonar, carinhoso, atencioso, gentil, educado, tem como resistir a um homem desse? Eu não resistiria.

    ResponderExcluir
  8. Eu li esse livro tem algum tempo, ele foi uns dos livros que me fizeram amar os nacionais,vemos que aqui tem muito muito muito autor bom, ela é esplêndida, a escrita dela faz com que a gente leia super rápido.
    A Sofia é engraçada dms kk impossível não rir do jeito dela .
    E o Ian, mds, impossível não se apaixonar, carinhoso, atencioso, gentil, educado, tem como resistir a um homem desse? Eu não resistiria.

    ResponderExcluir
  9. Primeiro que acho essa capa incrível, segundo que adorei essa história, tem jeito de ser uma leitura divertida e encantadora.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Quando a autora esteve na minha cidade, comprei os 3 livros da série Perdida para ela autografar e depois fiquei pensando "poxa, é romance... Cheio de açúcar". Dei uma chance e adorei! A escrita da Carina é ágil e a história bem divertida!
    www.garotosperdidosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Vou me conter a somente escrever que esse é um dos MELHORES LIVROS que já li na minha vida. Ele divide o primeiro lugar sendo nacional desbancando vários outros. Se eu fosse declarar todos os meus sentimentos por essa história, pelo IAN, acabaria fazendo uma resenha.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Li Perdida faz um tempo e se tornou uma das minhas historias favoritas, também demorei para pegar para ler mas assim que comecei não parei mais, adoro os livros da Carina Rissi e principalmente seus personagens a Sofia e o Ian me conquistaram e espero que tenho mesmo o filme !!

    ResponderExcluir

® Blog Thays M. De Lima - Layout por A Design